Estrada dos três Rios, 741 Sala 307 - Rio de Janeiro - RJ 21 2106-1300 21 99126-7261

Energia solar no agronegócio: o que é e como ela ajuda o produtor rural

Gostou? compartilhe!

Conheça mais sobre Energia solar no agronegócio: o que é e como ela ajuda o produtor rural

Energia solar no agronegócio: o que é e como ela ajuda o produtor rural

A energia solar no agronegócio pode ser extremamente vantajosa para o produtor rural. Fazendas de pequeno a grande porte estão espalhadas por todo o território nacional e as propriedades que têm acesso à rede elétrica, gastam muito com a conta de luz por causa de seus processos de produção. Já aquelas cujo local ainda nem têm esse recurso, sentem falta dele.

Sendo assim, torna-se necessária a busca por meios que vão solucionar esses problemas, agregando economia e facilidade na geração de energia. A energia solar é uma das alternativas mais promissoras. Afinal, não é novidade que o uso de soluções tecnológicas no agronegócio proporciona qualidade e segurança com a possibilidade de aumento da produtividade e estímulo ao crescimento.

Quer saber mais sobre as aplicações da energia solar no agronegócio? Continue a leitura!

Para que serve a energia solar?

Antes de qualquer coisa, vamos explicar o que é a energia solar. O uso desse tipo de energia é feito a partir da instalação de painéis fotovoltaicos, geralmente em telhados, mas nada impede que sejam usadas estruturas para a fixação no solo.

E são esses painéis, também chamados de módulos fotovoltaicos, que vão transformar a energia solar em energia elétrica, ou seja, irão gerar a tensão elétrica a ser distribuída pela propriedade. Em outras palavras, qualquer equipamento ou estrutura que precise da eletricidade para funcionar, poderá ser alimentado por essa nova fonte de energia, que é limpa, renovável e sustentável.

Com crescimento cada vez mais expressivo desse mercado, o Brasil tem uma grande capacidade de geração visto que possui uma alta incidência de raios solares em todo o território. Além da vantagem ambiental, investir em energia solar também beneficia o bolso, pois garante até 95% na redução da conta de luz.

Aplicações da energia solar no agronegócio

O sistema fotovoltaico pode ser aplicado em dois formatos diferentes: on grid e off grid. No sistema on grid a propriedade deve ter acesso à rede de distribuição pública, uma vez que a produção de energia excedente pelos painéis será entregue à concessionária, que concede créditos ao consumidor por forma de compensação de energia.

Já o sistema off grid é autônomo e precisa do armazenamento em baterias para o fornecimento de energia à noite ou em dias nublados. É ideal para propriedades isoladas que não têm acesso à rede pública de energia. A escolha vai depender das necessidades e possibilidades de cada produtor.

Assista ao vídeo: Energia solar On Grid ou Off Grid: Qual é a diferença?

O agronegócio pode se beneficiar com várias aplicações da energia solar fotovoltaica, conheça alguns exemplos.

Residências e áreas de vivência

Para as casas dos proprietários rurais, a energia solar será útil para proporcionar conforto e economia. Os produtores que possuem mais de uma propriedade na região e usam o sistema on grid, podem dividir os créditos acumulados com a outra residência. Basta que elas sejam cobertas pela mesma distribuidora de energia e a conta de luz esteja registrada no mesmo CPF ou CNPJ.

Agricultura de precisão

A energia solar pode ser útil para fazer o monitoramento e gestão da produção. Com um sistema autônomo de energia elétrica (off grid) é possível alimentar as torres de comunicação, rádios, equipamentos, GPS e o que mais for necessário para acompanhar as regiões trabalhadas.

Bombeamento de água

A água é parte fundamental de qualquer produção agrária. Uma solução viável é utilizar a energia solar para permitir o funcionamento do equipamento. Além das bombas de água para irrigação, ela também pode ser aplicada em motores e cortadores.

Ventilação em aviários e currais

Donos de granjas e rebanhos sabem o quanto a ventilação é fundamental em aviários e currais, principalmente nas épocas de calor. Essa necessidade de climatização constante geralmente consome bastante energia elétrica e por isso, também pode ser alimentada por um sistema de energia solar.

Ordenha e resfriamento de leite

As ordenhadeiras e os tanques de resfriamento também podem funcionar por meio da energia solar. Caso a região tenha muitas oscilações de energia na rede da concessionária o qual o sistema on grid é ligado, também é possível instalar um sistema off grid para que ele abasteça estruturas específicas da propriedade, como um refrigerador.

Cerca elétrica para proteção do rebanho

Outra aplicabilidade da energia solar no agronegócio é a eletrificação das cercas que manejam o gado. Por ser simples e não consumir muita energia, precisa de poucos módulos fotovoltaicos para a função.

Secagem e armazenamento de grãos

Geralmente, os grãos precisam passar por um processo de secagem para maior segurança na hora de armazenar. O processo de secagem feito com maquinário pode ter maior eficiência utilizando a energia solar como fonte de calor. Com isso, o ar das estufas ficam aquecidos e são levados às câmaras de secagem.

Leia também: O que é energia solar? Tudo sobre o sistema fotovoltaico

Principais vantagens da solução

Existem diversos fatores que tornam o uso da energia solar no agronegócio um investimento atrativo. O principal deles certamente é a economia de recursos financeiros, mas não é o único.

  • Mais autonomia ao produtor rural

Com um sistema próprio de geração de energia, o produtor ganha mais autonomia e não fica refém das tarifas da concessionária. No modelo off grid, essa autonomia é ainda maior, já que não há ligação com a distribuidora.

  • Retorno sobre o investimento garantido

O retorno do investimento em energia solar ocorre, em média, de 5 a 6 anos, considerando que os módulos fotovoltaicos têm vida útil de 25 anos, o investimento será usufruído por 20 anos.

  • Facilidade de financiamento

Existem várias linhas de crédito subsidiadas pelo governo, além de iniciativas privadas que facilitam o empréstimo para o investimento em energia solar. As parcelas dos financiamentos costumam ser de igual ou menor valor a economia ganha na conta de luz.

  • Instalação e manutenção sem complicações

Os sistemas fotovoltaicos são facilmente instalados por profissionais capacitados que irão desenhar o melhor projeto para a sua necessidade. A manutenção do sistema não é frequente já que as chuvas fazem parte do trabalho de limpeza dos painéis. O indicado é uma limpeza entre 6 meses a 1 ano para evitar danos nas placas.

 

 

Fonte:  Blog da Intelbras



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Bit 2000 Whatsapp Bit 2000