Estrada dos três Rios, 741 Sala 307 - Rio de Janeiro - RJ 21 2106-1300 21 99126-7261

Item adicionado ao orçamento


Condomínio solar: o que é e como funciona?

Gostou? compartilhe!

Conheça mais sobre Condomínio solar: o que é e como funciona?

Condomínio solar: o que é e como funciona?

Você já ouviu falar em condomínio solar? Trata-se de uma opção interessante para quem quer investir na geração da própria energia através de sistemas fotovoltaicos, sem precisar adquirir sozinho(a) os equipamentos ou disponibilizar um espaço para instalar painéis solares. 

É isso mesmo, você pode aproveitar os benefícios da energia solar dividindo o valor do investimento necessário com outras pessoas. Por suas características, o condomínio solar pode ser bastante atrativo para as empresas. Mas, antes de explicar como isso é possível e como funciona o condomínio solar, destacamos as principais vantagens desse investimento.

A instalação de sistemas fotovoltaicos no Brasil vêm crescendo nos últimos anos, impulsionado pela crise hídrica e pelo desejo de economizar. De fato, gerar a própria energia através da captação de irradiação solar garante até 95% de economia na conta de luz.

Além disso, a energia solar é uma opção sustentável por ser uma fonte limpa e renovável, contribuindo para o meio ambiente e também ajudando a diversificar a matriz energética do país. Ademais, os avanços tecnológicos provocaram melhoria no preço dos equipamentos e há facilidades para investimento no Brasil.

As vantagens não param por aí: os sistemas fotovoltaicos são resistentes, as placas possuem vida útil de 25 anos e um custo mínimo de manutenção. 

Quer saber como funciona o condomínio solar e como as empresas podem se beneficiar dessa modalidade? É esse o assunto que discutiremos neste post, acompanhe!

 

O que é e como funciona um condomínio solar? 

A regulamentação da energia solar no Brasil aconteceu no ano de 2012 com a Resolução Normativa ANEEL nº 482, responsável por definir as regras para a micro e minigeração distribuída. 

Em 2015, houve uma atualização com detalhes sobre a geração distribuída em três modalidades: 

  • autoconsumo remoto; 
  • múltiplas unidades consumidoras;
  • e a geração compartilhada, que ao considerarmos a energia fotovoltaica,também é conhecida como condomínio solar.

O condomínio solar é, portanto, uma das formas de gerar a própria energia solar, caracterizada por reunir várias unidades consumidoras dentro de uma mesma área de concessão. Ou seja, para ser considerada geração compartilhada, as partes envolvidas precisam ser assistidas pela mesma distribuidora de energia solar.

Composta por pessoa física ou jurídica, o condomínio solar pode ser feito através de consórcio ou cooperativa, em que há uma unidade consumidora com microgeração distribuída que compartilha o excedente de energia com as unidades parceiras.

Explicando de forma mais objetiva, o condomínio solar permite que a energia solar seja gerada em um único imóvel, mas aproveitada por outros, sejam residências ou empresas, evitando que tenham que instalar os seus próprios painéis solares.

Mas, será que vale a pena  para empresas? Como descobrir se é melhor ter o próprio sistema fotovoltaico ou investir em um condomínio solar? A seguir, vamos entender melhor. 

 

Como empresas podem se beneficiar

Optar por um condomínio solar é uma oportunidade financeiramente interessante para empresas, visto que, o investimento é muito menor do que o necessário para a instalação de um sistema único. 

Com isso, negócios que não possuem espaço para instalação ou possuem a eficiência reduzida devido ao sombreamento, por exemplo, beneficiam-se na modalidade de condomínio solar e podem contar com a economia na energia elétrica.

compensação de energia permite que a empresa receba créditos na conta de luz, compartilhados com todos os integrantes do condomínio solar. Ainda que a empresa precise ajudar no investimento dos equipamentos, esse custo pode ser dividido, portanto, menor, além de permitir a escolha do local com maior eficiência.

Em resumo, podemos dizer que o condomínio solar oferece para as empresas:

  • Possibilidade de ter uma geração de energia solar própria;
  • Sem a necessidade de investir em equipamentos fotovoltaicos próprios;
  • Redução de custo na conta de luz com a compensação de créditos.

Como vimos, existem muitas vantagens para investir em energia solar e é válido considerar as modalidades possíveis para descobrir a opção mais viável para a realidade da sua empresa.

 

Agora, se você tem espaço suficiente e está interessado em instalar um sistema fotovoltaico, conheça o simulador solar da Intelbras. Basta inserir informações sobre a localização, gasto médio de energia elétrica e o tipo de local para instalar, e descubra qual a economia possível em 1 ano!

 

Fonte:  Blog da Intelbras

 


Gostou? compartilhe!

Whatsapp Bit 2000 Whatsapp Bit 2000